Últimos Posts

Era uma vez uma pobre cadeira.

By domingo, novembro 24, 2013 , ,

Pra quem acha que lixo n tem vez. Aqui em casa tem.
Vou contar uma historinha. 
Era uma vez uma cadeira sem a base das rodinhas jogada numa esquina, pronta para ser recolhida pelo caminhão do lixo. Mas o que fazer com uma pobre cadeira sem a base? Tinha o acento, o encosto, acabados e sujo mas sem a base ficaria difícil. Então parei e não acreditei que tamanha riqueza para mim naquele momento não merecia o lixo como destino. Coloquei-a debaixo do braço e mesmo um pouco pesada para mim que sou mini, com algum sacrifício trouxe até em casa, passando pelas pessoas e percebendo aquele olhar de quem me viu pegando um lixo. Chego em casa o marido quase não me deixa entrar e me diz: O que vc está fazendo aqui com isso? Respondi ainda não sei o que fazer mas eu quero. Dias depois...passo pela rua e avisto dentro de um contêiner uma base de rodinhas nem imaginei que estaria tão boa. Me matei para retirá-la de dentro do contêiner, com um monte de coisa em cima e a altura que me falta para catar as coisas dentro do contêiner, rsssss... 

Uma pena eu não ter tirado foto da outra parte da cadeira assim q resgatada. Resumindo, olha ela aí perfeita e linda. Depois de algum trabalho, de olhares assustados ao me verem catando lixo e de um vizinho que não aguenta o meu toc toc por uma boa causa.
Tudo isso pq eu amor reciclar, restaurar e costurar.

Você também pode gostar de...

2 comentários

  1. Josy querida, vejo que o resgate valeu à pena. A cadeira ficou um espetáculo! Passei para conhecer seu cantinho e vi trabalhos muito inspiradores. Logo se vê que você faz tudo com muito capricho e carinho. Bjs e abençoada semana pra você.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom ler isso Mª Fátima. Obrigada!

      Excluir

IMPORTANTE
Caso queira acompanhar os comentários deste post e a resposta para sua pergunta é só clicar em INSCREVER-SE POR E-MAIL no lado oposto do botão Publicar, para publicar o seu comentário.
Responderei com maior prazer e o mais breve possível.

Seja muito bem vindo! Fico feliz com seu comentário.
Volte sempre.